Segurança do Trabalho, Curso Online com Certificado

+ O que é Segurança do Trabalho? Curso Online Sem Mensalidade!

A segurança do trabalho é a área que se preocupa em proteger o trabalhador, atuando na diminuição de doenças e acidentes ocupacionais.

 A equipe que trabalha com a Segurança do Trabalho é composta por: técnico, engenheiro, médico e enfermeiro do trabalho. Este grupo compõe o SESMT (Serviço Especializado em Engenharia da Segurança e Medicina do Trabalho).
matricula

Técnico de Segurança do Trabalho

Para atuar nesta função, é preciso realizar um curso técnico de nível médio com carga horária de cerca 1.200 horas. Além disso, é necessário realizar 400 horas de estágio.
As oportunidades estão nas empresas de diversos segmentos, isto porque todos os estabelecimentos com mais de 101 funcionários, obrigatoriamente, precisam ter este profissional na equipe.

Médico do Trabalho

Para adquirir os conhecimentos necessários, o médico do trabalho deve ter formação inicial em Medicina, curso de pós-graduação e o certificado de residência médica na área de saúde do trabalhador, que é reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação.

Engenheiro de Segurança do Trabalho

O engenheiro de Segurança do Trabalho deve ter, inicialmente, uma graduação em engenharia, agronomia ou arquitetura e urbanismo. Após o curso superior, o profissional pode fazer uma especialização na área, que garantirá a qualificação necessária para exercer a função. Segundo a Catho, o salário médio deste profissional é em torno de R$6.403,07.

Enfermeiro do trabalho

Este profissional precisa ter graduação em enfermagem e  pós-graduação em enfermagem do trabalho. Além disso, atuará oferecendo assistência aos pacientes em ambulatórios, estudando e adotando medidas de biossegurança.

Termos e conceitos relacionados à segurança e à saúde do trabalho

É inevitável iniciar este assunto com o conceito de acidente do trabalho legal, de acordo com o artigo 19 da lei nº 8.213 de julho de 1991(Lei de Planos e Benefícios da Previdência Social): “Acidente do trabalho é aquele que ocorre no exercício do trabalho a serviço da empresa, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte, a perda, a redução permanente ou temporária de sua capacidade para o trabalho.”

Para efeitos legais, o acidente de trabalho ocorre quando o incidente provoca uma lesão ou doença, de fato, garantindo indenização para o trabalhador que sofreu o acidente ou adoeceu em decorrência de sua função.

Assim, a lei proporciona a reparação do dano, mas não prevê uma maneira de evitar que ele ocorra. Consequentemente, os acidentes e as doenças do trabalho fazem com que as despesas sejam maiores para o Governo com os custos destes seguros, sobrecarregando a economia do País.

A lei 8.213, de 24 de julho de 1991, define no artigo 21 que as seguintes situações podem ser consideradas acidentes de trabalho para efeito da lei:

Acidente ligado ao trabalho que, embora não tivesse uma causa única, contribuiu diretamente para a morte do segurado, para a redução ou para a perda da sua capacidade para o trabalho.

Também são considerados os casos em que ocorrem alguma lesão que exija atenção médica para a sua recuperação.

Acidente sofrido pelo segurado no local e no horário de trabalho em consequência de:
  • ato de imprudência ou de negligência de terceiros, inclusive envolvendo outros trabalhadores;
  • desabamento, inundação ou incêndio;
  • outros casos fortuitos ou decorrentes de força maior, entre outros.
  • Doença proveniente de contaminação acidental do empregado no exercício de sua atividade.

O acidente sofrido pelo segurado, ainda que fora do local e do horário de trabalho, é considerado nas seguintes situações:

  • No percurso da residência para o local de trabalho ou deste para aquela, qualquer que seja o meio de locomoção, inclusive no próprio veículo segurado, entre outros.
  • Na execução de ordem ou na realização de serviço sob a autorização da empresa;

Além do que você viu, este curso abordará:

  • Ministério do Trabalho e Emprego: normas regulamentadoras e portarias;
  • Risco físico, químico e biológico e a questão da insalubridade;
  • Ergonomia e doenças psicossociais do trabalho;
  • Acidentes do trabalho e periculosidade.

Os principais tópicos do Curso de Segurança do Trabalho são:

Unidade 1 – Conceitos iniciais de Segurança do Trabalho

  • Antecedentes históricos da Segurança do Trabalho
  • Termos e conceitos relacionados à segurança e à saúde do trabalho
  • A ética e as perspectivas acerca da saúde e da segurança do trabalho
  • Ferramentas e estatística básica aplicada à análise de risco
  • Estudo de caso de fixação de conteúdo da Unidade 1

 

Unidade 2 – Legislação de Segurança do Trabalho

  • Organização Internacional do Trabalho, Constituição Federal e CLT
  • Ministério do Trabalho e Emprego: Normas Regulamentadoras e Portarias.
  • Previdência Social: CAT, PPP, APOSENTADORIAS ESPECIAIS e SAT
  • Normas brasileiras, ISOS, OHSAS 18001, NBR 18801
  • Estudo de caso de fixação de conteúdo da Unidade 2

 

Unidade 3 – Riscos ambientais

  • Agentes ambientais X Riscos ambientais
  • Risco físico, químico e biológico e a questão da insalubridade
  • Ergonomia e doenças psicossociais do trabalho
  • Acidentes do trabalho e a questão da periculosidade
  • Estudo de caso de fixação de conteúdo da Unidade 3

 

Unidade 4 – Programas de Prevenção

  • Documentos principais: PPRA, PCMSO, LTCAT
  • Documentos específicos: PPR, PCA e PCMAT
  • Plano de emergência e contingência, brigadas de emergência
  • Política e normas de segurança, integração entre empresa, funcionários, sindicatos, SESMT e CIPA.
  • Estudo de caso de fixação de conteúdo da Unidade 4
  • Conclusão

“E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?” João cáp 11 ver 26


Summary
Review Date
Reviewed Item
Curso de Segurança do Trabalho. Aulas sobre as Atribuições do Técnico de Segurança do Trabalho, Médico, Enfermeiro e Engenheiro e Normas de Biossegurança.
Author Rating
51star1star1star1star1star
Advertisment ad adsense adlogger